As pedras

Sábado. Sol firme e céu azul. Temperatura a condizer.

Saímos para passar um dia na praia com o ritmo e o material próprio de quem não tem crianças. Bastam as toalhas, o protector solar e nós.


Chega-se à praia, estendem-se as toalhas e vai-se à água.

Passeios praia acima e praia abaixo, conversa-se disto e daquilo, com a leveza de quem não tem cabeças a contar a cada 2 minutos. Comer?... qualquer coisa ali na esplanada ao lado...


Mas, às tantas, as saudades bateram forte.

Ele: "O Tomás havia de gostar de tomar aqui banho... quase não há ondulação. Está mesmo como ele gosta!"
Eu: "É verdade!... E a Rita também ia gostar... e já viste as pedras giras que há? ela havia de adorar!"

E pronto.

Foi assim que passámos o resto do fim de semana na praia, à cata de pedras e conchinhas, que levámos para casa... como se tivessem sido eles a levá-las...

5 comentários:

LP disse...

Típico!

Bekas C. disse...

Hehehehe!!
Por mais voltas que se dêem...os miudos não nos saem da cabeça!! E ainda bem, não é?? ;)

Beijokas

Carla O. disse...

:))))
Beijinhos

stela disse...

acrescenta aí uma conchinha minha... para eles, de quem tenho muitas saudades...
beijos grandões

Oumun disse...

:)